7 de jul de 2018

Precisamos falar sobre ensino médio inclusivo!

Fazendo uma pesquisa rápida sobre o tema "inclusão no ensino médio" os primeiros resultados são preocupantes. Títulos como "Inclusão no Ensino Médio ainda é para poucos" (Revista Nova Escola), "Os gargalos da inclusão no ensino médio" (Revista Carta Capital), "Ensino médio é etapa que apresenta maior dificuldade na inclusão de deficientes" (Jornal O Globo) apresentam um pouco do grande desafio que é a inclusão de alunos com deficiência neste nível de ensino, embora o aumento desses alunos sejam uma realidade. Como oferecer um ensino médio realmente inclusivo? E a inclusão no ensino técnico, é possível?

A partir destas inquietações e daquilo que temos vivenciado como instituição que recebeu em 2018 os primeiros alunos cotistas com deficiência, o NAPNE (Núcleo de Apoio a Pessoas com Necessidades Específicas) do Campus Sapucaia do Sul do Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSUL) promoverá nos dias 30 e 31 de agosto o 1º Sedinetec (Seminário de Educação Inclusiva no Ensino Médio e Técnico do IFSUL).

O evento, que contará com palestras, mesa-redonda, bate-papo com a comunidade acadêmica (pois acreditamos que a inclusão vai muito além da sala de aula) e espaço para divulgação de pôsteres e comunicações orais com relatos de práticas pedagógicas, busca ser este espaço para que a conversa, necessária e urgente, sobre o ensino médio inclusivo seja possível.
Por isso, se você faz parte, de alguma forma, de uma instituição que busca promover o ensino médio inclusivo ou se você se interessa pelo tema da educação inclusiva, você é nosso convidado para participar!

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis no site do evento, https://www.even3.com.br/1sedinetecifsul.
Preste atenção nas datas para submissão de trabalhos (até 31/07), divulgue e participe deste evento, que, com certeza, será um momento importante de formação e troca de experiências, angústias, questionamentos e inspirações.


Nenhum comentário: